Fernanda Prestes Eventos
11 5084 4246 - 5081 7028 janice@fernandapresteseventos.com.br
XV CONGRESSO BRASILEIRO DE TRANSPLANTES 2017

XV CONGRESSO BRASILEIRO DE TRANSPLANTES 2017

LOCAL: Bourbon Cataratas - Foz do Iguaçu/PR - FOZ DO IGUAÇU /PR | 18 a 21 de Outubro de 2017

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

PRINCIPAIS COMPLICAÇÕES E PERFIL DOS PACIENTES TRANSPLANTADOS RENAIS INTERNADOS EM UM HOSPITAL PÚBLICO DA BAHIA

Introdução

O transplante renal é o método mais efetivo para reabilitação de um paciente com insuficiência renal crônica, no entanto, como nos demais procedimentos cirúrgicos, sujeitos a complicações. O objetivo do estudo foi identificar as principais complicações ocorridas em pacientes receptores de transplante de rim e analisar o perfil de tais pacientes.

Material e Método

Coorte que avaliou receptores de transplante renal que realizaram internação hospitalar devido a complicações pós-transplante no período de janeiro e dezembro de 2016, em um hospital público da Bahia. A coleta de dados foi retrospectiva, por meio da análise dos registros em prontuários eletrônicos e específicos da instituição e, em seguida, analisados estatisticamente

Resultados

No ano de 2016 foram realizados 68 transplantes de rim no referido hospital, 83,8%(57) transplantes com doador falecido e 16,2%(11) com doador vivo. No mesmo período foram realizadas 146 internações hospitalares de pacientes transplantados. A média de idade foi de 43 anos, sendo 61,4%(90) homens e 38,6%(56) mulheres. A taxa de reinternação foi de 41,1%(60) e 58,9%(86) internaram somente uma vez no decorrer do ano. Três pacientes foram a óbito durante a internação hospitalar e quatro perderam o enxerto e retornaram para hemodiálise. As principais complicações foram infecção do trato urinário e por citomegalovírus, seguido da rejeição, cursando com elevação da creatinina.

Discussão e Conclusões

Estes dados fornecem subsídios para contribuir com a qualificação do planejamento de ações para o cuidado desses pacientes. Somado a isto, sabe-se que é necessário conhecer o perfil clínico e sociodemográfico, assim como as complicações pós-operatórias desses pacientes, para implementar um cuidado efetivo que irá repercutir na qualidade de vida do paciente e sobrevida do enxerto

Palavras Chave

RIM. TRANSPLANTE.

Área

Rim

Instituições

Hospital Ana Nery - Bahia - Brasil

Autores

FRANCINE PEIXOTO RIBEIRO, CAMILLA SUANY DE OLIVEIRA ALMEIDA, RICARDO JOSE COSTA MATTOSO, LUCIANA SENA DE MENDONÇA, CAROLINA LARA NEVES, JOÃO JORDE GÓES DE CODES, NARA ALVES VIEIRA