Fernanda Prestes Eventos
11 5081 7028 - 5084 4246 janice@fernandapresteseventos.com.br

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

FORTALECIMENTO DA PRATICA INTERDISCIPLINAR A NÍVEL HOSPITALAR COM ENFASE NA PRECEPTORIA

Justificativa (por que), Objetivos (para que), Ações (como) - 300 palavras

Diante da observação de que há fragmentação no cuidado aos pacientes em ambiente hospitalar, repercutindo inclusive no processo de ensino em serviço multiprofissional, a intenção desse projeto é incentivar a multiprofissionalidade através do fortalecimento da prática Interdisciplinar. Compreendendo a residência como um espaço de formação profissional, seria oportuno fortalecer na rotina dos residentes e preceptores a realidade do trabalho em equipe, com a visão interdisciplinar. Assim, esse projeto tem como objetivo fortalecer a preceptoria na prática Interdisciplinar à nível hospitalar e especificamente criar um fluxograma de atuação da Equipe que garanta a interdisciplinaridade na rotina da assistência hospitalar e planejar oficinas de discussão e treinamento entre todos os membros para elaboração das técnicas de atuação interdisciplinar que mais se adeque a realidade assistencial local. Para tanto, utilizando a metodologia da problematização com foco no pensamento estratégico no modelo Simplificado foi identificado como macroproblema “A Pouca Interação Interprofissional a nível hospitalar” e como nós críticos desse problema a ausência de fluxograma e protocolos de condutas que direcione o trabalho coletivo e a existência de uma equipe pouco qualifica, desmotivada e sobrecarregada resistente à troca de conhecimentos e sobre esses foram pensados planos de ação. Sobre o primeiro nó critico foi planejado a Elaboração e Implementação de Fluxogramas e Protocolos e para desenvolver essa ação faz-se necessário a realização de reuniões periódicas para planejamento e construção dessas ferramentas e o treinamento para uso desses na rotina hospitalar e planejando alcançar a qualificação e motivação profissional que garanta o trabalho interdisciplinar, que remete ao segundo nó detectado, foi planejado um plano que direcione Ações de Educação Permanente e Continuada voltada ao Trabalho em equipe com a atuação interdisciplinar. Para que essa ação seja realizada deve ser desenvolvidas atividades de motivação, atenção à saúde e bem estar do funcionário, com um plano que garanta a disponibilidade de carga horária para qualificação e aperfeiçoamento a partir de oficinas, cursos, treinamentos. Espera-se com o resultado da aplicação desse projeto, que os servidores, enquanto membros de formação, sejam capazes de refletir sobre sua postura profissional, compreendam a importância das relações interpessoais, respeitando os diversos saberes, e que sejam apoiados durante essas ações pelos os gestores dos serviços, para que se fortaleça o trabalho em equipe com práticas interdisciplinares na rotina da assistência.

Quais desafios você está enfrentando no desenvolvimento/ implantação do PA? - 100 palavras

A maior dificuldade é a resistência dos próprios servidores às mudanças e do quanto estas possam interferir em suas atribuições na rotina da assistência. Também temos como desafio a própria gestão hospitalar, pois estes terão que administrar e alocar a distribuição de carga horária que será direcionado para a participação dos servidores nas atividades que envolvem os processos de Educação Permanente.

O que esses desafios significam para você, sua equipe e sua instituição? - 100 palavras

Quando tem-se o próprio público alvo resistente as mudanças temos um desafio ainda maior pois teremos que avaliar e fazer adaptações ao longo do processo de construção das ações a serem desenvolvidas principalmente nos que envolvem a Educação Permanente.

O que você pode fazer para enfrentar esses desafios? - 100 palavras

Para enfrentar esses desafios devemos nos apoiar na construção desse processo, visualizando os parceiros como a gestão do hospital, com destaque para a direção multiprofissional, bem como o Núcleo de Ensino e Pesquisa (NEP) do hospital e as Instituições de Ensino envolvidas diretamente com o serviço, com quem poderemos ter apoio docente, bem como instrumentos para realização dessas atividades.

Área

PRM/PSUS - Preceptoria de Residência Médica / Preceptoria no SUS

Instituições

Complexo de Pediatria Arlinda Marques - Paraiba - Brasil

Autores

Ana Claudia Vieira Gomes, Milena Lins Cunha Dias