Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

PLASMAFERESE POR MEMBRANA E ANTICOAGULAÇAO REGIONAL COM CITRATO

Introdução

Plasmaferese é uma terapia sanguínea extracorpórea que retira do sangue elementos com tamanho molecular até 10.000.000 daltons. Aplicada em situações onde o escopo é a retirada de anticorpos, lípides, citocinas, partículas virais. Pode ser realizada pelo método de membrana ou pelo método de centrifugação. No método de membrana, uma pressão é aplicada frente aos capilares de uma membrana semipermeável, Plasmafiltro, promovendo por meio da convecção a depuração dos elementos presentes no plasma. A anticoagulação empregada nessa terapia é habitualmente feita com heparina não-fracionada, acarretando risco de sangramento, uma vez que sua ação é sistêmica. Outra opção para anticoagulação é o uso regional de citrato trissódico 4%. Sendo a modalidade indicada para pacientes com risco de sangramento.

Material e Método

Avaliação de 12 tratamentos consecutivos de Plasmaferese pelo método de membrana com anticoagulação regional com citrato trissódico 4%. Concentração de 3,0mmol de citrato por litro de sangue tratado. Compensação com gluconato de cálcio 10%, concentração de 3,0mmol de cálcio por litro de efluente gerado. Solução de reposição com albumina humana 5%, 2000mL/h, com ascréscimo de 3mL de sulfato de Magnésio 10%, concentração final de 1,1mmol/L de magnésio. Avaliação após 2 horas do início do tratamento de cálcio ionizado do sistema, cálcio ionizado e magnésio séricos. Acesso vascular via cateter duplo lúmen de 20cm, 13French. Equipamento Prismaflex, filtro TPE 2000.

Resultados

Em 100% dos tratamentos as concentrações séricas de magnésio se mantiveram na faixa da normalidade. Houve variação de concentração de cálcio ionizado sérico de 0,99mmol/L a 1,43mmol/L. Não foram observados sintomas de hipocalcemia, arritmias ou sangramentos. Houve variação de concentração de cálcio ionizado no sistema de 0,19mmol/L a 0,47mmol/L. Não houve encerramento precoce das sessões por coagulação do sistema. A mediana de tempo das terapias foi de 170 minutos, com uso de 600mL de citrato trissódico 4% por sessão, com custo do citrato de R$ 56,00 por sessão.

Discussão e Conclusões

Plasmaferese pelo método de membrana é uma modalidade depurativa que pertence à propedêutica armada da nefrologia. São utilizados um acesso vascular e uma máquina para hemodiálise, apenas trocando-se o filtro em relação ao utilizado na diálise. O uso de anticoagulação regional com citrato aparenta ser uma alternativa segura e custo-efetiva em pacientes com risco de sangramento ou com sangramento ativo, nos quais há contraindicação ao uso de heparina.

Palavras Chave

PLASMAFERESE, CITRATO, MEMBRANA, EXTRACORPÓREA

Área

Lesão Renal Aguda

Instituições

CLINICA DE DOENÇAS RENAIS DE BRASILIA - Distrito Federal - Brasil, HOSPITAL DAHER - Distrito Federal - Brasil

Autores

THIAGO AZEVEDO REIS, GERALDO RUBENS RAMOS FREITAS, JULIANO FREITAS COSTA, MARIA LETICIA CASCELLI AZEVEDO REIS, RODRIGO SOUSA CONTI, JURACY CAVALCANTE LACERDA JR, EVANDRO REIS SILVA FILHO