Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

NOVA RESOLUÇAO PARA DIAGNOSTICO DE MORTE ENCEFALICA: HOUVE DIFERENÇA NOS TEMPOS PARA CONCLUSAO DO PROTOCOLO?

Introdução

A morte encefálica (ME) é estabelecida pela perda completa e irreversível das funções do encéfalo por causa conhecida. O Conselho Federal de Medicina atualizou os critérios para abertura do protocolo de ME através da Resolução nº 2.173/17.
Objetivo: Analisar o tempo decorrido para finalização dos testes de morte encefálica comparando os anos de 2016 e 2018 em hospitais públicos e privados.

Material e Método

Pesquisa quantitativa, descritiva e retrospectiva, que incluiu os protocolos de morte encefálica de doadores viáveis, realizados pelos hospitais privados e públicos de abrangência da Organização de Procura de Órgãos (OPO) da Escola Paulista de Medicina, do ano de 2016 comparado a 2018. O ano de 2017 foi excluído da análise devido ser um período de transição do protocolo antigo para o atual.

Resultados

Recebemos 1169 notificações, sendo 223 (19%) de hospitais privados (grupo 1) e 946 (81%) de hospitais públicos (grupo 2). Efetivamos 195 doadores em 2016 e 236 em 2018. O tempo médio anual decorrido para a finalização do diagnóstico de ME em 2016 foi de 12 horas e em 2018 foi de 11 horas. Ao compararmos o tempo decorrido para a finalização do diagnóstico de ME nesse período por grupo, em 2016 foi 12 horas (grupo 1) e 11 horas (grupo 2), em 2018 foi 7 horas (grupo 1) e 11 horas (grupo 2).

Discussão e Conclusões

Observa-se que os hospitais privados se assemelham aos hospitais públicos no ano 2016, no que diz respeito ao tempo decorrido para finalização dos testes de morte encefálica, entretanto no ano 2018 o grupo 1 comparado ao grupo 2 reduziram 4 horas na finalização do protocolo, podendo estar associado a esse grupo realizar o exame complementar por meios próprios.

Palavras Chave

MORTE ENCEFALICA
PROTOCOLO

Área

Transplante

Instituições

Hospital do Rim - Sao Paulo - Brasil

Autores

Edjane Apolinário balleri, Renata Kazumi Takaesu, Laura Silva Telfser, Nayara Maria Souza Silva, Iara Oliveira, Vanessa Ayres Carneiro Gonçalves, Renato Demarchi Foresto, Jose Medina Pestana