Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM PARA A PREVENÇÃO DE EVENTOS ADVERSOS NO ACESSO VASCULAR PARA HEMODIALISE

Introdução

Os eventos adversos relacionados ao acesso vascular possuem grande relevância no sucesso da terapia dialítica e requer do enfermeiro a implementação de intervenções que possam minimizar os riscos à saúde e a reduzir a morbimortalidade na clientela assistida. Desse modo, objetivou-se identificar as intervenções de enfermagem para a prevenção de eventos adversos no acesso vascular para hemodiálise a partir da Classificação das Intervenções de Enfermagem.

Material e Método

Trata-se de estudo descritivo, longitudinal, com abordagem quantitativa, com 51 pacientes renais crônicos em hemodiálise na cidade do Recife, Pernambuco, no período de maio a julho de 2016. Os eventos adversos foram identificados por meio de observação direta ou pelo registro na ficha das sessões de hemodiálise em um checklist. Os Diagnósticos de Enfermagem foram formulados segundo a Taxonomia II, North American Nursing Diagnosis Association - NANDA I, título das Intervenções de Enfermagem – NIC e as atividades elencadas para a prescrição de enfermagem para prevenção de eventos adversos no acesso vascular para hemodiálise. A análise foi realizada por meio da estatística descritiva e os dados discutidos à luz da literatura científica.

Resultados

O evento adverso mais frequente em relação ao acesso vascular foi a ocorrência de infecção/sinais de infecção (24), seguido do sangramento pelo acesso venoso (22). Os eventos considerados grau de danos graves foram infiltração, implante inadequado de cateter e perda de fístula arteriovenosa. Foram identificados quatro diagnósticos de enfermagem: integridade da pele prejudicada, risco de volume de líquidos deficiente, risco de trauma vascular e dor aguda. As intervenções elencadas foram: controle de infecção, precauções contra sangramento, controle da dor, cuidados com dispositivo vascular, manutenção de acesso para diálise. No extravasamento sanguíneo durante hemodiálise interromper a sessão, retirar a agulha, realizar compressão local e crioterapia.

Discussão e Conclusões

O enfermeiro deve acompanhar rigorosamente os aspectos clínicos relacionados aos acessos vasculares para prevenção dos eventos adversos que podem contribuir para o insucesso da hemodiálise, complicações e perda da qualidade de vida. Desse modo, a intervenção de enfermagem é uma ferramenta primordial na prevenção de eventos adversos nos acessos vasculares para hemodiálise, possui base científica, promove segurança e bem estar.

Palavras Chave

Insuficiência renal crônica; Diálise renal; Segurança do paciente; Dano ao paciente; Enfermagem

Área

Nefrologia Clínica

Instituições

Universidade Federal de Pernambuco - Pernambuco - Brasil

Autores

Anna Karla Oliveira Tito Borba, Sara Rebeca Oliveira Lessa, Camilla Godoy Maciel, Silvia Maria Barbosa Cristovam, Givaneide Oliveira de Andrade Luz