Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

TABAGISMO ACELERA A DOENÇA CISTICA RENAL E PIORA O FENOTIPO CARDIACO EM CAMUNDONGOS DEFICIENTES EM PKD1

Introdução

Tabagismo tem sido independentemente associado a progressão da doença renal na doença renal policística autossômica dominante (DRPAD), embora um estudo recente não tenha detectado esse efeito. Além disso, não se conhece se o tabagismo piora especificamente o fenótipo cardíaco associado à DRPAD.

Material e Método

Analisamos os efeitos do tabagismo sobre os fenótipos renal e cardíaco de camundongos Pkd1flox/flox:Nestincre, modelo ortólogo à DRPAD. Tal exposição foi realizada da concepção a 16-18 semanas de idade, por períodos de 30 min, 2 vezes ao dia. Foram analisados 4 grupos: Pkd1flox/flox:Nestincre (cístico, CI); Pkd1flox/flox (não cístico; NC), Pkd1flox/flox:Nestincre exposto ao tabagismo (cístico fumante; CIF) e Pkd1flox/flox exposto ao tabagismo (não cístico fumante; NCF).

Resultados

Mostramos anteriormente níveis séricos de ureia mais altos em CIF que CI e em NCF que NC, e um índice cístico renal maior em CIF que CI. A taxa de proliferação de células císticas, mas não de apoptose, foi mais alta em rins CIF que CI e as taxas de proliferação e apoptose de células tubulares foram mais elevadas em CI que NC, em CIF que NCF e em NCF que NC. Fibrose renal foi maior em CIF que CI e, em intensidade muito menor, em NCF que NC. Mostramos agora que os níveis renais de glutationa foram mais baixos em CIF que CI [107,9 (98,7-118,1) vs 148,0 µmol/mg proteína (139,8-183,8); p<0,01] e em NCF que NC [139,8 (124,1-159,0) vs 186,1 µmol/mg proteína (172,2-195,5); p<0,05]. A fração de ejeção do ventrículo esquerdo foi menor em CIF e CI que em NC, mas não diferiu entre CIF e CI. Parâmetros cardíacos estruturais se mostraram alterados em CIF comparado a CI e NCF. Strain circunferencial (SC) e a taxa de SC foram menores em CIF que CI (-9,75±4,8% vs -14,5±3,2%; p<0,05 e -3,11%/s (-3,58--2,84) vs -4,54%/s (-5,80--3,82); p<0,05, respectivamente) e que NCF (vs -17,4±3,3%; p<0,01 e -5,39%/s (-5,70--4,86); p<0,01). A pressão arterial média de 13 semanas foi mais baixa em CIF que CI. A taxa de apoptose em tecido cardíaco foi maior em CI que NC, mas não diferiu entre CIF e CI. A taxa de fibrose cardíaca foi mais alta em CIF e CI que em NC e NCF. Os grupos não diferiram quanto à sobrevida em 18 semanas, mas o peso corporal foi menor em CIF que CI em 16 semanas [23,0 (22,1-23,7) vs 27,2 g (26,1-28,0); p<0,001].

Discussão e Conclusões

Nossos achados indicam que o fumo agravou os fenótipos renal e cardíaco de camundongos císticos deficientes em Pkd1, sugerindo que efeitos similares provavelmente ocorram em pacientes com DRPAD.

Palavras Chave

Doença renal policística autossômica dominante; deficiência de Pkd1; tabagismo; crescimento cístico; fenótipo renal; fenótipo cardíaco

Área

Ciências Básicas

Instituições

Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - Sao Paulo - Brasil

Autores

Marciana Veloso Sousa, Andressa Godoy Amaral, Bruno Eduardo Balbo, Elieser Hitoshi Watanabe, Marcelo Dantas Tavares, Renato Aguiar Hortegal, Camila Rocon, Leandro Eziquiel Souza, Isac Castro, Maria Claudia Irigoyen, Vera Maria Salemi, Luiz Fernado Onuchic