Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

AVALIAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DOS PACIENTES SUBMETIDOS A TRATAMENTO CIRÚRGICO DE HÉRNIAS DA PAREDE ABDOMINAL EM UM SERVIÇO DE RESIDÊNCIA MÉDICA NO NORDESTE DO BRASIL

OBJETIVO

Traçar o perfil sociodemográfico, as comorbidades, o tempo de internamento e o desfecho dos pacientes submetidos a correções cirúrgicas de hérnias da parede abdominal no serviço de residência médica de cirurgia geral da Fundação Beneficente Hospital de Cirurgia (FBHC) na cidade de Aracaju, Sergipe, Brasil.

MÉTODO

Estudo retrospectivo, com dados referentes a pacientes que foram submetidos a cirurgias no período de agosto de 2015 a janeiro de 2018. O trabalho foi realizado mediante avaliação de dados contidos nos prontuários digitais dos pacientes armazenados no Evernote®, aplicativo baseado em nuvem que permite o acesso desses pelos preceptores e residentes em tempo real em smartphones, tablets e computadores pessoais.

RESULTADOS

O número de registros em prontuário digital no serviço de residência em cirurgia geral do Hospital de Cirurgia vem aumentando gradativamente ao longo dos anos e no período estudado foram incluídos 702 pacientes, dos quais 277 (39%) foram submetidos a cirurgias de hérnias da parede abdominal. Prevaleceram os indivíduos do gênero masculino (71%), idosos (31,4%), com hérnias de longa duração (média de 4,5 anos) e com poucas comorbidades. A maioria dos pacientes era proveniente da Grande Aracaju (87,2%) e o tempo médio de internamento foi curto (1,45 dias). As cirurgias para correção de hérnias inguinais (166; 52%) prevaleceram, seguidas pelas hérnias umbilicais (83; 26%) e incisionais (35;11%). Em 39 casos ocorreram a correção de duas hérnias no mesmo ato cirúrgico e em 10 houveram associações com outros tipos de cirurgia, como hidrocelectomia (4), colecistectomia (2) e ooforectomia (1). Houveram 2 óbitos, ambos em pacientes com idade superior a 60 anos e que foram submetidos a correção de hérnia incisional, o que representou menos de 1% dos casos.

CONCLUSÕES

Os pacientes submetidos a correção cirúrgica de hérnias da parede abdominal no serviço de residência médica em cirurgia geral do Hospital de Cirurgia apresentam características semelhantes ao encontrado na literatura nacional e internacional, embora o tempo entre o diagnóstico e a cirurgia é muito mais elevado no estado de Sergipe.

Área

PAREDE ABDOMINAL

Instituições

Colégio Brasileiro de Cirurgiões - Sergipe - Sergipe - Brasil

Autores

Marcus Felipe Gonçalves Feitosa, Ramon Roza de Oliveira, Gustavo Guedes de Carvalho, José Torres Neto, Manuela Sena de Freitas, Laís Carvalho Feitosa, Valdinaldo Aragão de Melo, Paulo Vicente Santos Filho