Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

AVALIAÇAO DA ESTIMATIVA DE NOVOS CASOS DE CANCER DE COLON E RETO NO BRASIL ENTRE 2016 A 2018

OBJETIVO

Comparar a incidência de neoplasia colorretal de 2016 a 2018. O câncer é a segunda principal causa de morte no mundo. De uma forma global o câncer colorretal (CCR) é o terceiro tipo de neoplasia mais comum, atrás somente de pulmão e mama.¹ No Brasil, o CCR apresenta-se em terceiro lugar para os homens e em segundo lugar para as mulheres. ² Os fatores de risco dessa doença incluem hábitos alimentares, consumo de álcool, alimentos defumados, antecedentes genéticos, polipose, doenças intestinais, dentre outros fatores. 3 Visto que ocupa um dos lugares de destaque na classificação mundial assim como no território brasileiro, há políticas de rastreamento recomendadas pelo Ministério de Saúde com objetivo, entre outras causas, de prevenir novos casos.4

MÉTODO

Refere-se a uma pesquisa retrospectiva-descritiva desenvolvida a partir de consulta em que os dados foram extraídos do Ministério da Saúde, na página do Instituto Nacional de Câncer (INCA).

RESULTADOS

A estimativa dos novos casos de CCR para o ano de 2016/2017 foi de 16.660, representando 7,8% do total de casos, para os indivíduos do sexo masculino e, para as pessoas do sexo feminino pressupôs-se 17.620, traduzindo-se em 8,6%. No ano de 2018/2019 houve um aumento nos números, sendo estes 17.380 (8,1%) e 18.980 (9,4%), para homens e mulheres, respectivamente.

CONCLUSÕES

Infere-se que há um aumento significativo da doença entre os anos, devendo ser feita mais investigações para esclarecer se esse acréscimo se deve a efetividade das políticas públicas preconizadas pelo Ministério da Saúde ou se a responsabilidade é decorrente dos fatores de risco.

Referências:
1- BRASIL, OPAS. Folha Informativa-Câncer, 2018. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5588:folha-informativa-cancer&Itemid=839. Acesso em: 08/01/19
2- BRASIL, Ministério da Saúde. Estatísticas de câncer, 2018. Disponível em: https://www.inca.gov.br/numeros-de-cancer. Acesso em: 08/01/19
3- Silva KA, et al. Association between nutritional status, ostomy time and quality of life in patients with colorectal cancer. 2018. 17 f. Trabalho de Conclusão de Residência (Programa de Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2018.
4- RAMOS, R. F. Cirurgia no câncer de cólon em pacientes operados de emergência. Rev. Col. Bras. Cir.; vol.44, n.5, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010069912017000500465&script=sci_arttext&tlng=pt. Acesso em:08/01/19.

Área

INTESTINO DELGADO

Instituições

Universidade de Gurupi - UnirG - Tocantins - Brasil

Autores

Laylla Lúcia Borges Pinheiro, Meire Aparecida Jacinto Gundim, Cristiane Chaves Campos, Sara de Freitas Romão, Ítalo Brito Salera, Tatiane Torquato Silva Rodrigues, Thallyson Ruan Brilhante Porto, Celso Rocha da Silva