Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

ANALISE DOS RESULTADOS DE PACIENTES SUBMETIDOS A SEGUNDA RESSECÇAO POR CARCINOMA BASOCELULAR DURANTE O PERIODO DE CINCO ANOS EM UM HOSPITAL EM JOINVILLE - SC.

OBJETIVO

Analisar o banco de dados do CEDAP de Joinville referente a resultados anatomopatológicos da segunda ressecção de tumores de pele com diagnóstico de carcinoma basocelular realizadas no Hospital Municipal São José no período de janeiro de 2012 a dezembro de 2016, em pacientes com ressecção primária com margens comprometidas.

MÉTODO

As informações referentes ao estudo e levantamento de dados foram coletadas juntamente ao departamento de pesquisa do Centro de diagnostico Anatomopatológicos de Joinville – CEDAP para o desenvolvimento de um estudo descritivo, observacional e transversal.

RESULTADOS

Foram analisados através do banco de dados do CEDAP 1178 pacientes que realizaram ressecções de lesões que foram confirmadas como carcinoma basocelular em estudo anatomopatológico, 603 (51,2%) da amostra eram pacientes do sexo masculino e 575 (48,8%) pacientes do sexo feminino. Destes, 195 pacientes obtiveram o resultado de carcinoma basocelular com margens comprometidas. Partindo então dos 195 pacientes em questão, foi analisado junto ao banco de dados do CEDAP e aplicado ao grupo os critérios de inclusão e exclusão para obter o refinamento da pesquisa. Dos 195 casos com margens comprometidas, 132 casos continuaram em seguimento oncológico, destes, 97 tiveram após a primeira ressecção com confirmação de carcinoma basocelular com margens comprometidas. 35 pacientes dos 132 tiveram que ser excluídos do estudo, pois possuíam incompatibilidade de segmento anatômico entre o primeiro estudo anatomopatológico e os estudos seguintes, não confirmando, portanto, serem nova ressecção ou ampliação de margem cirúrgica prévia. Quando analisados os 97 pacientes em estudo, 71 possuíram novamente o diagnóstico de carcinoma basocelular na nova ressecção, representando 73,19% dos pacientes frente ao grupo de interesse. Se consideramos esses pacientes frente à amostra global inicial de pacientes que foram submetidos à ressecção de lesão de pele e possuíam diagnostico de carcinoma basocelular, temos 6,02% de pacientes.

CONCLUSÕES

Este trabalho apresentou relação semelhante com o percentual de carcinomas basocelulares com margens comprometidas após a primeira ressecção no comparativo com os dados da literatura.
Evidenciou-se a necessidade de uma padronização na base de dados quanto à descrição e topografia do acometimento da lesão. Este viés abre espaço para dúvidas quanto à recorrência tumoral ou ao diagnóstico do surgimento de um novo tumor.
O trabalho de levantamento de dados traça o perfil dos pacientes com CBC em nosso meio abrindo a possibilidade de análise de incidência e recorrência de CBC por segmento anatômico.
Chama a atenção para a possibilidade de regressão espontânea do CBC após uma primeira ressecção com margens comprometidas, como descritas previamente.
Também devemos considerar a possibilidade para o desenvolvimento de novos trabalhos a partir dos dados estabelecidos frente a este estudo.

Área

CIRURGIA PLÁSTICA (Inclusive neoplasias malignas de pele)

Instituições

Hospital Municipal São José - Santa Catarina - Brasil

Autores

Samuel Cristaldo Dominguez, Carlos Augusto Cadamuro Kumata, Humberto Thormann Bez Batti, Karina Munhoz de Paula Alves Coelho, Osmar Nunes da Silva D`Abadia, Rafaelle de Oliveira Souza, Karina Luiza Zimmermann, Janaira Crestani Lunkes