Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

APLICAÇOES DA LOCALIZAÇAO PRE-OPERATORIA COM SESTAMIBI ASSOCIADO AO SPECT NAS PARATIREOIDECTOMIAS MINIMAMENTE INVASIVAS

OBJETIVO

O objetivo do presente estudo é fazer uma revisão não sistemática da literatura sobre a localização pré-operatória com sestamibi associada à tomografia computadorizada por emissão de fóton único (SPECT) nas paratireoidectomias minimamente invasivas.

MÉTODO

Realizou-se busca nas bases de dados PubMed, LILACS, BVS e Bireme, utilizando-se os seguintes descritores “Sestamibi”, “SPECT”, “paratireoidectomias minimamente invasivas”. Limitou-se a busca a trabalhos realizados entre 2014 e 2019.

RESULTADOS

A pesquisa resultou em 6 trabalhos selecionados por conveniência, sendo classificados: 1 metanálise, 4 estudos originais, 1 relato de caso. Os métodos de localização pré-operatória têm importante papel na pesquisa anatômica das glândulas paratireoides patológicas. A sensibilidade do método ecográfico para localização de adenoma único oscila entre 72 e 89%, enquanto a cintilografia tem sensibilidade entre 80 e 95%. A maior deficiência desses métodos reside na limitação para detecção de doenças multi glandulares. O sestamibi-99mTc é um radiofármaco com avidez por atividade mitocondrial e tem sido descrito como marcador de escolha na triagem e seguimento de pacientes com patologias de paratireoide. Quando a cintilografia é combinada ao uso de sestamibi com SPECT, a sensibilidade passa para valores em torno de 94 a 99%. A SPECT associada ao sestamibi-99mTc permite a visualização e localização topográfica (superior aos resultados obtidos com imagens puramente planas), bem como a complementação pelo valor do exame funcional com marcador. O papel transcende apenas a mera opção diagnóstica, já que a partir do mapeamento glandular ectópico ou hiperativo permite-se um planejamento e escolha cirúrgica importante e de maior eficácia para o caso. A efetividade da localização pré-operatória tem relação considerável com a taxa de sucesso operatório. Em determinados casos a realização do protocolo completo de captação com exame de 2 horas fornece ainda maior contribuição no entendimento anatômica e no planejamento cirúrgico. As diferenças celulares, sobretudo no conteúdo mitocondrial do tecido tireoideano e paratireoidiano, gera maior poder de diferenciação entre as duas formas. Lorberboyn e cols (2003) demonstraram para uma série de 52 pacientes que a obtenção de imagens com o método SPECT com Sestamibi auxilia tanto nas imagens de captação precoce quanto tardias.

CONCLUSÕES

Existem na literatura outros protocolos com radiofármacos para localização pré-operatória de paratireoides, como o Tálio-201, Iodo-123, entretanto essas técnicas têm demonstrado acurácia inferior a combinação do sestamibi associado ao SPECT. Após injeção de Sestamibi, o tecido paratireoidiano normal tende a redução para valores de normalidade, comparada com o acúmulo esperado para tecido patológico. Essa característica permite a identificação segura das estruturas e um planejamento cirúrgico para intervenções minimamente invasivas com resultados mais promissores e eficazes.

Área

CIRURGIA CABEÇA E PESCOÇO

Instituições

UNICEPLAC - Distrito Federal - Brasil

Autores

Pedro Hidekatsu Melo Esaki , Natália Rodrigues do Nascimento, João Paulo Cavalcante Roriz Teixeira , Karen Juliana Neres Padilha , Letícia dos Reis Nunes, Luiz Felipe Gontijo Ribeiro Caetano, Júlio Cesar Lacerda Garcez , Jordano Pereira Araújo