Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

COMPROMETIMENTO LINFONODAL EM PACIENTES COM CÂNCER COLORRETAL (CCR)

OBJETIVO

O CCR é atualmente o segundo mais prevalente em todo o mundo. Diferentes variáveis são estudadas em relação a sobrevida e a sobrevida livre da doença em pacientes com CCR.
Apesar da importância destas diferentes variáveis, a invasão parietal e o comprometimento linfonodal constituem a principal base de predição de sobrevida e critérios para indicação de terapia adjuvante.
Determinar o comprometimento linfonodal em espécimes cirúrgicos com exame anatomopatológico em pacientes submetidos à cirurgia eletiva por câncer colorretal no período de 2017-2018.

MÉTODO

Foram incluídos exames anatomopatológicos de 58 pacientes com diagnóstico de câncer colorretal operados de forma curativa seguindo os princípios oncológicos por uma mesma equipe cirúrgica em um hospital referencia em oncologia do interior do RS no período de 2017-2018. O estudo anatomopatológico foi realizado pelo mesmo laboratório em todos os pacientes.

RESULTADOS

Destes pacientes: 9 (15,5%) pacientes possuíam tumor no cólon direito, 9 (15,5%) pacientes no cólon sigmóide, 3 (5,1%) pacientes no cólon transverso e 1 (1,7%) paciente em reto alto acima da reflexão peritoneal, 17 (29,3%) pacientes possuíam tumor de reto abaixo da reflexão peritoneal. Invasão angioneural foi encontrada em 13 (22,4%) pacientes com tumor colônico acima da reflexão peritoneal e em 24 (41,3%) pacientes com tumor de reto abaixo da reflexão peritoneal. Comprometimento linfonodal foi encontrado em 11 (18,9) pacientes com tumor colônico e 17 (29,3) pacientes com tumor reto médio e baixo. O paciente portador de tumor de reto alto, o exame anatomopatológico mostrou se tratar de um carcinoma mucinoso coloide com invasão angioneural sem metástase em linfonodos, mas com metástases em epiplon. O número mínimo de linfonodos ressecados foi 12 e o máximo de 54 linfonodos em um paciente submetido à colectomia total. O número de linfonodos comprometidos variou de 2 à 20 linfonodos nas amostras examinadas.

CONCLUSÕES

O índice de linfonodos comprometidos é um fator preditivo de sobrevida e sobrevida sem doença nos casos de câncer colorretal.
Do grupo estudado, observa-se que a ressecção adequada e bom estudo anatomopatológico possibilitará estudos futuros para uma melhor análise desta variável em acompanhamento clínico destes pacientes.

Área

COLOPROCTOLOGIA

Instituições

UNISC - UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL - Rio Grande do Sul - Brasil

Autores

DÓRIS MEDIANEIRA LAZZAROTTO SWAROWSKY, INÁCIO SWAROWSKY, BRUNA BOEIRA, GUSTAVO LAZAROTO SWAROWSKY