Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

CONTEUDO TECIDUAL DAS PROTEINAS CLAUDINA-3 E OCLUDINA NA MUCOSA COLICA EXCLUSA DE TRANSITO FECAL EM RATOS TRATADOS COM ANTICORPOS MONOCLONAIS QUIMERICOS ANTI-TNF-ALFA

OBJETIVO

Na colite de exclusão (CE) ocorre um processo inflamatório crônico na mucosa do intestino grosso desprovido de trânsito fecal. A deficiência de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC) na luz intestinal relaciona-se ao surgimento da CE devido a modificação do metabolismo energético das células da mucosa cólica levando à formação de espécies reativas de oxigênio (EROs) que destrõem os diferentes mecanismos de defesa da barreira epitelial cólica, permitindo invasão de antígenos com consequente deflagração de resposta inflamatória. Estudos mostraram que, no cólon excluso, existe redução significativa do conteúdo das proteínas componentes das junções de oclusão celular, e que o uso de substâncias com atividade antioxidante preserva o conteúdo dessas proteínas. Contudo, nenhum estudo mensurou a quantidade das proteínas Claudina-3 e Ocludina no cólon excluso submetido ao tratamento com anticorpos anti-TNF-α. Logo, o objetivo foi avaliar efeitos do Infliximab® no conteúdo tecidual dessas proteínas em ratos submetidos à colite de exclusão.

MÉTODO

Vinte e dois ratos, Wistar, machos foram submetidos à colostomia proximal e sepuntamento do cólon distal (cirurgia de Hartmann). Após 12 semanas de exclusão intestinal os animais foram divididos em três grupos experimentais submetidos à aplicação subcutânea semanal de: soro fisiológico 0,9% ou infliximab nas concentrações de 5mg/kg/sem ou 10mg/kg/sem durante 5 semanas. Completado o tempo de intervenção, os animais foram eutanasiados e os segmentos cólicos providos e desprovidos de trânsito fecal foram removidos, processados em emblocados em parafina para posterior estudo histológico e imuno-histoquímico. O processo inflamatório foi avaliado pela coloração da hematoxilina e eosina e o grau de inflamação por escala previamente validada. A expressão tecidual das proteínas Claudina-3 e Ocludina foi identificada por ensaio imuno-histoquímico e, seu conteúdo tecidual quantificado por morfometria computadorizada. Os resultados obtidos foram comparados entre os grupos experimentais propostos, utilizando-se testes de comparação de médias, análise de variância e correlação, adotando-se nível de significância de 5%.

RESULTADOS

Os resultados encontrados mostraram, que nos animais tratados com anti-TNF-alfa houve preservação do conteúdo tecidual das proteínas claudina-3 e ocludina em relação aos animais tratados com SF. Esses achados mostrando que a atividade anti-inflamatória do TNF-alfa regride o processo inflamatório mucoso, possibilitando a manutenção da integridade das principais proteínas constituintes da barreira de defesa da mucosa colônica.

CONCLUSÕES

Os resultados encontrados no presente estudo mostram que o emprego da terapia biológica com anti-TNF-alfa em modelo experimenta de colite de exclusão preserva o conteúdos das proteínas constituintes das junções de oclusão intercelular.

Área

COLOPROCTOLOGIA

Instituições

Universidade São Francisco - Sao Paulo - Brasil

Autores

Eduardo Felipe Kim Goto, Danilo Toshio Kanno, Ronaldo Parissi Buainain, José Aires Pereira, Carlos Augusto Real Martinez