Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

DIAGNOSTICO TARDIO DE GANGLIONEUROMA DE ADRENAL EM ADULTO JOVEM: UM RELATO DE CASO

INTRODUÇÃO

Incidentalomas são tumores assintomáticos encontrados por acaso em exames de imagens. Ganglioneuromas (GN) são tumores originados de células da crista neural, geralmente assintomáticos, fazendo parte do diagnóstico diferencial de incidentalomas. Usualmente, os GN não secretam catecolaminas ou hormônios esteroides, podendo apresentar como sintomas dor e palpação de massa.

RELATO DE CASO

G.N.A, feminino, 22 anos, deu entrada com queixa de dor abdominal há 10 dias, em quadrante inferior direito, do tipo em pontada, de moderada intensidade e sem irradiação. Negou febre, náuseas, vômitos, diarreia e disúria. Exames laboratoriais sem alterações. A USG de abdome total mostrou formação heterogênea predominantemente hipoecoica de aspecto lobulado, sem fluxo ao Doppler, medindo cerca de 5,0x4,0x4,0cm na topografia da loja adrenal. A TC de abdome e pelve com contraste denotou formação hipoatenuante, heterogênea, de aspecto multilobulado, sem realce pós contraste, em topografia de loja adrenal medindo cerca de 5,8x4,2cm. Interrogou-se a hipótese diagnóstica de linfangioma retroperitoneal e a paciente recebeu alta hospitalar. Três anos depois, devido a persistência de quadro álgico, paciente procura outro serviço, onde foi solicitada nova tomografia de abdome e pelve sem contraste, que evidenciou colelitíase sem sinais de colecistite aguda e formação hipodensa, lobulada, em topografia de região adrenal direita, medindo cerca de 6,8x4,0 cm, sendo liberada com analgesia. Um ano depois, a paciente procurou serviço ambulatorial referindo existência de massa abdominal não esclarecida em exames de imagens prévios. Solicitou-se ressonância magnética de abdome, que identificou formação lobulada, homogênea, com hipossinal em T2, sem restrição a difusão e realce discreto tardio em loja adrenal direita, sem plano de clivagem com a glândula, medindo 7,0x4,3cm, com íntimo contato com os vasos renais e sem invasão de estruturas adjacentes, optando-se por adrenalectomia radical direita. No primeiro dia pós operatório, a paciente evoluiu com taquicardia, dor torácica e desconforto respiratório, com exames laboratoriais, eletrocardiograma e tomografia, todos sem alterações. Com a persistência dos sintomas, optou-se por iniciar hidrocortisona, evoluiu bem e recebendo alta no terceiro dia. Como resultado de anatomopatológico: Ganglioneuroma maduro de adrenal direita.

DISCUSSÃO

Por fazer parte do diagnóstico diferencial de incidentalomas, o GN deve ser lembrado no achado ocasional de massas de adrenal em exames de imagem. O GN possui características de imagem variáveis, podendo ocorrer calcificações em até 20% dos casos, sendo comumente uma massa homogênea bem circunscrita. Por essa imparcialidade em exames de imagens, a opção terapêutica acaba sendo o tratamento cirúrgico. O tamanho da lesão é outro fator importante na avaliação. Habitualmente, lesões malignas apresentam diâmetro superior a 6cm e as lesões menores que 4cm devem ser ressecadas nas situações de produção hormonal.

Área

MISCELÂNEA

Instituições

hospital do servidor público municipal - Sao Paulo - Brasil

Autores

Hianny Ribeiro Cabral, Viviane Morais Cunha Lima, Eduardo Taromaru, Paulo Roberto da Silva Júnior, Amanda Ariel Pires Cavalcanti Zeca, Karolyne Enesto Luiz Nobre, Anna Heloysa de Almeida Ludgério Roberto